Por que muitas empresas pequenas fecham ainda no primeiro ano?

with Nenhum comentário

Iniciar um novo negócio é sempre muito empolgante.

Já tive o prazer de ajudar muitas empresas saírem do sonho para a concretização e cada passo inicial (e pré-lançamento) é crucial para um crescimento e sucesso duradouro.

Infelizmente, em muitos empreendedores, a empolgação acaba após os primeiros desafios e não ter um plano estratégico definido pode fazer com que muitos desistam. Ou pior, quebram e ficam com um prejuízo. 💸

Você investe tempo e dinheiro e ao ver todo esse investimento não colhendo frutos pode ser desanimador. Não fazer planejamento vai fazer que nesses momentos a sua única opção é fechar. Enquanto, com um plano você muda a rota antes de chegar nesse ponto.

Mas, não vim escrever para te desanimar. Eu vim para compartilhar umas dicas de como estruturar um plano de marketing, alinhado com um plano de negócios com pontos que considero importante após esses anos que a HN está atuando (quase 5 🥳) , seja com a minha empresa ou com as dos meus clientes.

Então vamos lá!

Comece com um plano de negócios

Quando falo de criar um plano de negócios ainda antes de lançar uma nova marca no mercado é para que você pense (ainda na fase da empolgação) quais os possíveis desafios que encontrará no futuro. Mas caso já tenha sua empresa em atuação e esse plano nunca foi feito, crie agora. Se seu objetivo é crescer de forma sustentável, antes de sair investindo em anúncios e propaganda, pare e faça o seu planejamento.

Obviamente, não temos bola de cristal, mas muitos obstáculos podem ser previstos e até mesmo evitados. Por isso, dedique tempo ao planejamento. Busque informações de como criar um plano realístico e se for preciso contrate um profissional para te ajudar. Vai te evitar dores de cabeça, investimentos sem retornos e principalmente dinheiro para “apagar os incêndios”. E já adianto, ainda assim será desafiante.

Dentro do plano de negócio, haverá uma área dedicada somente ao marketing e comunicação. Nesta parte, é onde você vai criar um mapa ao redor da sua marca. Vai poder visualizar ela dentro do seu segmento. Alem disso, poderá ter uma visão mais clara de quais seus pontos fortes e pontos fracos. Com isso ficará mais fácil definir onde estão suas prioridades e onde deve investir mais.

Fui convidada pela Porch, para contribuir com um artigo deles sobre Como começar um pequeno negócio de casa (em Inglês). Veja lá o que comentei sobre como começar um negócio online e depois me diz o que achou!

Se nunca criou um plano de marketing ou se acredita que pode melhorar o seu atual veja essas dicas de como criar o seu.

Um bom plano de marketing deve conter:

  1. Esqueleto da marca (por que foi criada? como quer ser vista ou lembrada pelos clientes? como vai conversar com os clientes…)
  2. Análise SWOT : definir quais são os pontos fortes e fracos (ex. nosso atendimento é excelente (forte), temos poucos funcionários (fraco).) E definir quais as oportunidades e ameaças (ex. aumento da demanda pelo produto/serviço que oferece (oportunidade), aumento da matéria-prima (ameaça).
  3. Público-alvo bem definido: Mulheres de 18 a 60 não é bem definido. Uma mulher de 18 tem necessidades e vive um momento diferente da mulher de 35 ou da de 60. Ainda que ofereça produtos/serviços para todas cada uma vai comprar de um jeito. E sua marca (valores, linguagem, modelo de negócio) com certeza falará mais para um público mais segmentado. Não queira abraçar o mundo!
  4. Objetivos: Precisam ser bem definidos. Então por exemplo, se disser que quer vender mais. Bem, isso todo mundo quer… Mas quanto mais? Qual produto/serviço quer que venda mais? Até quando essa meta precisa acontecer? É viável com base no que já vendeu ou no que pesquisou de outras empresas? Os objetivos de marketing devem responder aos objetivos da empresa. Então se um objetivo da empresa for aumentar faturamento em 10%, os objetivos de marketing vão dizer, bem, para aumentarmos 10%, vamos precisar ou que o cliente atual compre mais vezes ou gaste mais por compra ou vamos ter que encontrar novos clientes. As vezes para aumentar 10% basta adicionar um item a mais na compra do seus clientes atuais. É mais fácil do que encontrar novas pessoas.
  5. Defina métricas (KPIs): Elas vão te ajudar a ver ao longo do processo se suas ações estão sendo suficientes para bater a meta estipulada. Ex. Aumento do ticket médio (para chegar no aumento de 10% do faturamento do item 4) é um valor que você pode ir acompanhando e percebendo se os clientes estão comprando mais. Outros exemplos de métricas: Número de acessos ao site, Número de conversões, Número de pedidos de orçamento.
  6. Plano de ação: Aqui é onde irá determinar quais ações precisam ser feitas para atingir os objetivos de marketing. Conteúdo no blog, nas redes sociais, campanha de anúncios pagos, parceria com influencer e por aí vai. Dica extra: não esqueça de definir prazos e quem ficará responsável ou se precisa de ajuda para cada ação.
  7. Defina uma verba. É importante ter uma verba mensal ou anual para poder mensurar se o que está sendo investido está sendo suficiente para atingir os objetivos. Vai te ajudar também a gastar com mais constância. Não gaste tudo em um mês se no próximo mês não puder gastar o mesmo tanto. Marketing não acontece de um dia para o outro, então é melhor gastar menos, porém por mais tempo.

Por quanto tempo devo planejar?

Geralmente, eu faço o planejamento com os clientes para 1 ano. E depois, dividimos por trimestre, assim fica mais fácil definir as prioridade de cada fase.

Revise esse plano mensalmente, avaliando o que aconteceu e o que ficou de fora. Veja o próximo mês e redesenhe se for preciso. Não espere passar 6…12 meses para revisar. A chance de sair dos trilhos no primeiro trimestre é grande. O planejamento está para te guiar e alinhar as expectativas e diminuir a ansiedade.

Acredite eu sei como é chegar ao fim do mês e sentir que você trabalhou muito mas parece que nada foi feito. Quando comecei, eu criava um plano muito irreal, e foi depois de muito ajuste e aumentando a percepção do que realmente “vai caber” dentro do mês é que esse plano vai ficando cada vez melhor. E isso só fará bem para você e sua empresa.

Espero que esse artigo te ajude a organizar seu planejamento e fazer sua marca entrar nas estatísticas das melhores empresas do ano.

Se quiser mais uma ajuda, preparei um checklist de marketing, com alguns pontos que pode ser importante ter nos seus planos. Além de um template para criar esses objetivos. Clique aqui para fazer o download gratuito.

E lembre-se….Não importa que o processo seja lento desde que a caminhada seja contínua.

Nos vemos por aí!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.